Ambientes fazem diferença

Entre em um restaurante sofisticado e depois em um boteco. Sem dúvida você vai se comportar diferentemente em cada lugar. A forma de andar, conversar, chamar o garçom, o tom de voz, os gestos, são fortemente direcionados pelo ambiente.

Parece no entanto que essa noção não pegou em grande parte das empresas. Basta ver da fachada às salas. Ambientes monótonos, entediantes, desestimulantes, muitas vezes frios. Muitos carregam ainda uma forma de trabalhar arcaica, ignorando o imenso potencial e criatividade das pessoas. Restaurantes e bares aqui deveriam servir como exemplos.

Por que não sair dessa mentalidade arcaica e reformular tais ambientes para inspirar, estimular, impactar e mover pessoas e negócios?

“O espaço é a linguagem corporal de uma empresa”¹

“Reagimos aos ambientes físicos da mesma forma como reagimos à expressões faciais de uma pessoa.”²

Espaços físicos – com sua forma, funcionalidade, acabamentos, objetos – influenciam equipes, moldam a forma de interagir, falar, ouvir, colaborar. Estimulam ou não a troca de informação, o compartilhamento e o aprendizado. Trazem pra fora ou não o que cada pessoa tem de melhor.

E, principalmente, o ambiente possui a grande capacidade de traduzir e estimular o espírito de uma empresa, suas crenças, valores e visão. Pode, portanto, ser seu grande aliado, direcionando equipes para o que realmente importa, ou um inimigo, jogando totalmente contra seus ideais.

Não dá mais pra desenhar ambientes corporativos como meras baias de trabalho!

¹ DOORLEY, Scott. WITTHOFT, Scott. Make Space: How to Set the Stage for Creative Collaboration. Wiley, 2012.

² Idem

POR Equipe 2DA
EM 29/04/2021

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp

Leia outros artigos

Não há nada mais poderoso que uma ideia

Leia mais

Por mudanças que transformem negócios em resultados

Leia mais